Gladston Salles

O amor é o tudo no nada que somos

Textos

ERVA DANINHA DA MALDADE


A erva daninha da maldade
Cresce assustadoramente
Em todos os recantos do planeta
E a Mãe Terra chora
Vendo seus filhos ingratos
Não cumprirem a missão terrena
De cultivar a bondade

Não... Não me diga que o mundo está perdido
Que nada mais resta a fazer
A não ser esperar um milagre
Pois, o milagre está em nossas mãos
No trabalho em prol do Bem Comum
Na prática da Compaixão
Capaz de renovar uma vida sem sentido

Nós fazemos parte da Família Universal
Portanto, vamos amar nossos pares como irmãos
Tocar o coração das pessoas
Vivenciar a não - violência
Semear a paz e harmonia
Agir com Ação Correta nesse ciclo existencial

Nada de esmorecer diante dos desafios
Acreditar que tudo será em vão...
Amanhã será um novo dia
O mal não vencerá o bem!
No caminho sombrio da descrença
A estrela da manhã, mensageira da esperança,
Despontará e será nosso guia





Gladston Salles
Enviado por Gladston Salles em 20/01/2019
Alterado em 20/01/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link gladstonsalles.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras